Medidas de Poupança e Boas Práticas – Sistemas solares fotovoltaicos
Os painéis solares fotovoltaicos são uma forma de aproveitamento da energia solar para conversão directa em energia eléctrica. A grande mais valia destes painéis é o seu elevado potencial de integração arquitectónica em edifícios, podendo ser utilizados como materiais de construção, em detrimento de materiais convencionais. São disso exemplo as aplicações em coberturas, clarabóias, sistemas de sombreamento e aplicações como material de revestimento de fachadas.

  1. O primeiro passo para a instalação de um sistema solar fotovoltaico é identificar o enquadamento legal associado ao mesmo. Existem duas possibilidades, ter um sistema isolado ou ligado à rede elétrica nacional. Neste segundo caso é necessário o licenciamento da instalação, de acordo com o enquadramento legal em vigor, por exemplo auto-consumo. Verifique junto da Direção Geral de Energia e Geologia o procedimento.
  2. Verifique as condições de instalação na cobertura do edificio. Se a cobertura não permite a colocação dos paineis, devido à falta de espaço, a opção pelo sistema solar fica comprometida. Por outro lado a área disponível na cobertura limita também a área de painéis que se podem instalar.
  3. Os painéis solares fotovoltaicos devem estar devidamente orientados para maximizar a incidência da radiação solar, entre Este e Oeste, sendo a orientação Sul a que garante o maior aproveitamento da radiação incidente. Verifique a orientação da cobertura de sua casa antes de avançar com a instalação.
  4. Um dos pontos-chave para a seleção de bons equipamentos é garantir o seu cumprimento com as normas Europeias (IEC 61215 e IEC 61730)  e requisitos adicionais mais relevantes. Garanta que o equipamento que seleciona apresenta certificados e qualificações emitidos por entidades reconhecidas.
  5. Procure o apoio técnico de um profissional, para o ajudar em todo o processo, e garantir que escolhe a solução mais adequada às suas necessidades.
  6. Contacte as associações do sector, que lhe podem indicar uma rede de profissionais e marcas de qualidade reconhecida.
  7. Mantenha o registo da produção elétrica. Algumas marcas de inversores disponibilizam acesso a plataformas de registo eletrónico que lhe permitem acompanhar ao dia a produção do sistema, detetando assim rapidamente quaisquer anomalias.
  8. A manutenção do seu sistema solar fotovoltaico garante a sua ótima operação e maior longevidade do sistema. Limpe periodicamente os seus painéis e exija do seu fornecedor um plano de manutenção preventiva.

Sabia que...

  • Portugal é o país Europeu com maior disponibilidade solar. Em Portugal a produção de eletricidade a partir de sistemas fotovoltaicos pode gerar até duas vezes mais eletricidade do que um sistema idêntico instalado na Alemanha, considerando quem em ambas as situações o sistema é otimamente instalado.
  • O tempo de recuperação do investimento de um sistema solar fotovoltaico ligado à rede elétrica de serviço público varia entre 4 e os 9 anos, dependendo do tipo de instalação, orientação e manutenção do sistema.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

clear formSubmeter